Centros de Distribuição dos Correios de Maringá mantêm estado de greve

Brasil, São Paulo, SP. 12/08/2010. Carteiro faz entrega na Vila Madalena, zona sul da capital paulista. - Crédito:ANDRÉ LESSA/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/Codigo imagem:66594

Dois Centros de Distribuição Domiciliária (CDDs) dos Correios de Maringá estão em estado de greve desde o início do mês de dezembro. Eles reivindicam a implantação da entrega matutina e o conserto das motos que estão quebradas.

Nesta segunda-feira (12) e terça-feira (13), eles se reuniram em assembleia e decidiram não deflagrar greve, depois que a organização se comprometeu a atender às exigências. No entanto, o sindicato da categoria afirma que a situação pode mudar caso a estatal não cumpra o acordo.
Segundo a diretora executiva do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná (SINTCOMPR) da região de Maringá, Maria Izabel Peliçon, já há uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho sobre a obrigatoriedade da entrega matutina, mas em alguns centros de distribuição isso ainda não foi implantado. “Em discussões anteriores com a empresa, foi dito que a coordenação nacional não aprovava a entrega matutina nesses dois lugares. Passada segunda-feira [12] a gente conversou com o diretor regional dos Correios e eles sinalizaram que farão a implantação, mas vamos manter o estado de greve até que o acordo seja cumprido.
Para Maria Izabel, a possibilidade de fazer as entregas de manhã é importante para a qualidade de vida dos entregadores. “O sol da tarde é muito mais quente que o da manhã e a maioria dos trabalhadores faz as entregas de bicicleta ou moto”, diz. “Nos outros CDDs já existe a entrega matutina e a gente acredita que todos sejam iguais. Com isso e com as motos consertadas eles vão produzir mais. Não há motivo para não implantar”, justifica.
Em nota, os Correios informaram que as equipes dessas unidades estão trabalhando normalmente e que o diretor regional da empresa no Paraná, Paulo César Kremer, iria a Maringá para se reunir com os empregados. “O objetivo é chegar a uma solução que contemple tanto os anseios dos profissionais quanto a necessidade da estatal”, diz a nota.

Os dois centros de distribuição da cidade que reivindicam entrega matutina são o CDD Maringá e o CDD 7 de Setembro, que, juntos, atendem à Zona 5, Zona Norte e a região central da cidade.

 

Fonte: Diário de Maringá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Si prega di attivare i Javascript! / Please turn on Javascript!

Javaskripta ko calu karem! / Bitte schalten Sie Javascript!

S'il vous plaît activer Javascript! / Por favor, active Javascript!

Qing dakai JavaScript! / Qing dakai JavaScript!

Пожалуйста включите JavaScript! / Silakan aktifkan Javascript!